domingo, 1 de maio de 2011

Eu-mesmo


"Em meus estranhos momentos
trascendo a mim mesmo
desconheço certos pensamentos
e aí me encontro
Por fim,
quase tarde demais acabo eu sabendo,
entendo que a estranheza é a parte escondida de mim
é o verdadeiro habitat do eu mesmo."

Um comentário:

  1. Belíssimo o poema." Entendo que a estranheza é a parte escondida de mim, é o verdadeiro habitat do eu mesmo".Quanta sensibilidade e quanta verdade.Adorei seu Blog.
    Venha me visitar.No meu Blog estará a tua disposição, de presente, um selo de " Blog Nota 1.000".Teu Blog é merecedor desta distinção.Sou sua seguidora.Abraços

    ResponderExcluir